domingo, 22 de junho de 2014

Arrecadação Permanente de Roupas!

     Nesse último sábado, o contêiner de arrecadações do Capítulo Rio Grande foi recolocado no seu lugar, na Praça Tamandaré - rua General Neto na esquina com a rua Luíz Loréa, Centro. A arrecadação ano passado superou todas expectativas do Capítulo devido à ajuda da sociedade riograndina. Toda doação feita passou por um processo de avaliação e, àquelas que estavam em bom estado, foram todas destinadas às entidades carentes da cidade, tais como AAPECAN e SORAN. Nos últimos meses, o contêiner se encontrava fechado para manutenção, que foi concluída no último dia 21. A abertura oficial do coletor deve ocorrer nos próximos dias.
   O Capítulo Rio Grande espera contar com a ajuda de toda comunidade da cidade, pois muitos necessitam da doação feita por cada cidadão, pois conforme chega o inverno as dificuldades aumentam para aqueles que não têm a oportunidade de comprar um agasalho.




















segunda-feira, 2 de junho de 2014

Cerimônia Pública de Apresentação da Ordem DeMolay na cidade de Piratini/RS

   


     No último domingo, 1º de junho, o Capítulo Rio Grande - com a ajuda do Capítulo Guardiões da Luz, do município de Pinheiro Machado - deslocou-se aproximadamente 130 km até a primeira capital farrapa, a cidade de Piratini para a apresentação da Ordem DeMolay e iniciação de novos membros. As cerimônias, que ocorreram nas dependências da Augusta e Respeitável Loja Simbólica Honra e Glória foram de fundamental importância para quem lá estava, pois com a filiação desses novos irmãos ao quadro de membros do Capítulo de Rio Grande, a cidade de Piratini encontra-se cada vez mais próxima de uma possível instalação do sonhado Capítulo Cavaleiros Farroupilhas. A região sul da Ordem DeMolay hoje é formada pelas cidades de Pelotas, Rio Grande, Santana do Livramento, Bagé e Pinheiro Machado.

segunda-feira, 19 de maio de 2014

Dia das Mães e Iniciação

     O Capítulo Rio Grande realizou, no último dia 10,  uma belíssima cerimônia em homenagem ao Dia das Mães, com uma apresentação do Irmão Vinícius Bandeira, que realizou a Cerimônia das Flores. Declamando a poesia "Poema Enjoadinho", a Tia Teresa Braga e a Tia Maria Rubira convidaram todo o Clube de Mães, Pais e Amigos para que fizessem uma singela homenagem a todos DeMolays. Juntamente com o propósito de celebrar o Dia das Mães, a cerimônia pública contou com a apresentação de dois novos iniciados na Ordem DeMolay, os irmãos Maurício Ferrari e Rafael Alves.


     Por fim, o Capítulo Rio Grande deseja um ótimo mês à todas as mães.

domingo, 6 de abril de 2014

Sábado Solidário - Acolhida Cidadã 2014

     Ontem durante o dia, o Capítulo Rio Grande ajudou na arrecadação de alimentos realizada pelo grupo DeMolay e a turma de "bixos" e "bixetes" (calouros) do curso de medicina da FURG. Proibido pela universidade, o trote violento vem sendo substituído por ações de cunho social e altruísta.
     Desde as 8 horas da manhã, os alunos do primeiro ano de medicina, assim como os DeMolays, estavam nos supermercados da cidade recolhendo doações de clientes, que no final do dia conseguiu bater a meta estipulada pela turma, que era de 1.300,00 kg — quantidade arrecadada no ano passado. Com a quantia de 2.965,5 kg de alimentos não-perecíveis, a turma ATM 2019 comemorou, juntamente com os DeMolays, essa incrível arrecadação para a cidade.
     As doações foram encaminhadas para o Banco de Alimentos da cidade, que fará a distribuição para as entidades necessitadas.





domingo, 23 de março de 2014

Visita ao Asylo de Pobres!



     Nesse domingo, o Capítulo Rio Grande visitou o Asylo de Pobres da cidade. Através de uma tarde incrível, repleta de trocas de experiências e também de muita conversa. Os DeMolays puderam levar a esses idosos uma atenção que muitos deles acabam por não receber no dia-a-dia. Em apenas algumas horas que ficamos lá, havia uma felicidade mútua, tanto da nossa parte por poder fornecer a eles uma tarde melhor e com a devida atenção, quanto deles por poderem compartilhar um pouco de suas vidas conosco. 



     



   


    Cada um que recebeu uma ajuda hoje, proporcionou uma tarde muito marcante para cada um dos voluntário que lá estavam, pelo simples motivo de poder dar a um idoso aquilo que nem sua família lhe da mais: amor e atenção. Obrigado a toda a equipe do Asylo de Pobres pelo apoio e a cada um dos "avôs e avós" que nos cederam seu tempo com muito prazer e sabedoria.

terça-feira, 18 de março de 2014

Dia do DeMolay



     Ficou instituído na Lei Federal n° 12.208 de 19 de janeiro de 2010 o Dia do DeMolay, que é comemorado todo ano no dia 18 de março. 

     No dia 18 de março de 1314 o último Grão-mestre da Ordem dos Pobres Cavaleiros de Cristo e do Templo de Salomão, Jacques DeMolay, era queimado injustamente na cidade de Paris, após anos sendo torturado e humilhado. Seus exemplos de vida, de retidão e lealdade são as bases que formam a Ordem DeMolay nos dias atuais. Desde 1919, o nome de Jacques DeMolay vem sendo cada vez mais cotidiano na vida de milhares de jovens ao redor do mundo, jovens que carregam consigo aquilo que DeMolay sempre levou como princípio: o companheirismo, a amizade.

     Por isso, também em 1919, prestigiamos esse herói com o nome de nossa amada Ordem e a cada ano prestamos uma singela homenagem para esse mártir que morreu em defesa de seus ideais. Portanto, o Capítulo Rio Grande parabeniza toda Ordem DeMolay e sua família, por mais um ano estarem prestando a devida atenção à sociedade.

domingo, 2 de fevereiro de 2014

1º Simpósio Região Sul da Ordem DeMolay

     Durante o último sábado, dia 01/02/2014, um grupo de DeMolays foi à cidade de Pinheiro Machado para representar o Capítulo Rio Grande no simpósio regional, realizado pelo Capítulo Guardiões da Luz, nº 826. O evento, idealizado e realizado pelo Capítulo da cidade de Pinheiro Machado, tem como objetivo mostrar a cultura local e mostrar opiniões de Capítulos a respeito de um assunto de acordo com cada ano. Este ano, contou com 5 palestras de representantes dos Capítulos da região sul com o tema "As Virtudes Cardeais na Sociedade Contemporânea" e ocorreu no Parque Charrua, durante a XXX FEOVELHA.


Entrada da cidade.


Comitiva do Capítulo Rio Grande, nº 354 em Pinheiro Machado.

terça-feira, 3 de setembro de 2013

Vídeo Oficial de Divulgação do XXIV CGOD

    Na data do encerramento do 2º Período de Inscrições para o XXIV Congresso Gaúcho da Ordem DeMolay a Comissão Organizadora  lançou -  através do Facebook  - o vídeo oficial de divulgação do maior evento da Ordem DeMolay Gaúcha.



    Produzido por Fernando Milani Marrera, o vídeo foi gravado nas instalações das Lojas Maçônicas Patrocinadoras do Capítulo Rio Grande n° 354 - A.'.R.'.L.'.S.'. União Constante e A.'.R.'.L.'.S.'. Acácia Rio-Grandense - em diversos pontos característicos da cidade do Rio Grande e junto ao centro de eventos CIDEC-SUL da Universidade Federal do Rio Grande, que abrigará a maior parte das atividades do CGOD.

 

segunda-feira, 15 de julho de 2013

O que eu ganho sendo um DeMolay!?


Uma das perguntas mais comuns feitas por aqueles que são apresentados à Ordem DeMolay refere-se à contrapartida oferecida pela Ordem ao jovem que nela inicia.
É também a dúvida mais freqüente dos pais e familiares daqueles que recebem o convite para ingressar na maior fraternidade juvenil do mundo.
Qual o benefício trazido a quem investe o seu tempo em um grupo de jovens que exige trabalho duro, comprometimento e dedicação?
As respostas para esse tipo de pergunta são variadas. Dependem muito do foco buscado pelo indagante, uma vez que Ordem DeMolay trabalha as mais distintas questões surgidas no decurso da juventude e busca auxiliar no crescimento dos seus membros em todas as esferas de suas vidas (estudantil, profissional, pessoal, acadêmica etc.
Existe, porém, uma resposta ampla, contudo completa: “A Ordem DeMolay é uma escola de líderes”.
Mas nessa escola não existem aulas específicas ou disciplinas sobre “liderar”. Qualquer iniciativa nesse sentido seria incompleta.
Também não se restringe o conceito de liderança a ocupação de cargos ou postos de comando. Fazê-lo seria uma injustiça tremenda.
Busca-se a liderança em todos os âmbitos. Intenta-se a formação de um cidadão que, em seu contexto, possa ser líder. Referência de postura, solidariedade e honestidade. Na escola, entre os amigos, no trabalho.
Para tanto, o que a Ordem realmente proporciona são EXPERIÊNCIAS que buscam complementar a formação do jovem, criando e maximizando as competências que poderão colaborar com o seu futuro.
O ambiente de cada Capítulo DeMolay procura reproduzir, de forma saudável e assistida, as maiores dúvidas e desafios vividos durante a adolescência e adiantar - de maneira tranquila - o enfrentamento de vários dos obstáculos e desafios que os jovens enfrentarão durante a vida adulta.
Escolhendo um foco - o  profissional, convidamos os interessados a realizar a leitura do artigo abaixo, publicado pela Revista Exame, no qual são debatidas as habilidades que o mercado exige dos profissionais que não ensinadas nas escolas e faculdade.
Adiantando nossa conclusão: 
Todas elas são promovidas dentro da Ordem DeMolay.
Ordem DeMolay: Formando hoje os líderes do amanhã.

11 habilidades que o mercado exige e a faculdade não ensina

Um diploma na parede e notas elevadas no boletim nem sempre são garantia de sucesso profissional futuro; entenda os motivos


Sair da formatura com notas elevadíssimas em todas as disciplinas não é garantia de que o recém-formado seja um excelente profissional. Ao contrário.
Especialistas consultados são unânimes ao afirmar que entre os conhecimentos compartilhados nas universidades brasileiras e o que o mercado de trabalho exige para o crescimento na carreira há uma grande lacuna. E não estamos falando apenas de preparo técnico.
“Faltam aquelas competências que os americanos chamam de “soft skills”, como comunicar-se bem, avaliar o que cada um é capaz, montar e motivar uma equipe, além de uma série de outras coisas que levam à uma performance melhor”, diz Armando Dal Colletto, diretor acadêmico da Business School São Paulo.
1- Ser multicultural (na prática)
Fora a possibilidade de ter um intercambista na turma ou estudar por um período em uma universidade estrangeira, poucas são as iniciativas oficiais de muitas universidades por aí para colocar os alunos em contato direto com diferentes culturas.
No mercado de trabalho o cenário é outro: o chefe pode ser coreano, o colega da mesa ao lado, espanhol, a empresa parceira, indiana e o cliente, chinês. A falta de profissionais qualificados no país, a internacionalização das empresas brasileiras e o desembarque de grupos globais por aqui aproximou a rotina corporativa do cenário de Babel.
E inglês fluente não é tudo. De detalhes culturais para negociar melhor até gestos pequenos que contribuem para um boa convivência: “É preciso um entendimento das diversidades”, afirma Dal Coleto.
2- Trabalhar em equipe
Não se engane: os tradicionais trabalhos em grupos da faculdade quase não preparam ninguém para atuar em uma equipe. Motivo? “Quando organizam os grupos de trabalho, os alunos escolhem seus amigos, pessoas com quem se identificam e, no mínimo, a partir de pontos que os aproximam”, diz Casagrande.
Na vida profissional, a história é diferente. Ninguém (exceto o próprio chefe) escolhe com quem vai trabalhar. E, ao contrário da tônica típica dos grupos de faculdade (em que as pessoas tendem a ser parecidas), para uma equipe dar certo no trabalho é essencial que seja composta por pessoas com perfis complementares e, portanto, diferentes, afirma o especialista.
“E, além de tudo, os alunos não aprendem a compartilhar ideias: Para facilitar a a própria vida, dividem tarefas”, diz Casagrande.
3- Fazer networking
Seja por ficar centrado no próprio círculo de amigos e até por uma questão cultural, a faculdade raramente desmistifica a capacidade de fazer networking ou expandir sua rede de contatos profissionais.
“As pessoas têm vergonha de se aproximar dos outros com uma segunda intenção”, diz Gustavo Furtado, fundador da Tricae. E as universidades quase nunca criam meios para que esta visão seja mudada. “Nos Estados Unidos, em todo e qualquer evento as pessoas são estimuladas a se apresentar e falar a sua história”, diz.
4- Ser interdisciplinar
Na faculdade, as disciplinas até podem ser apresentadas em dias ou semestres diferentes. Mas, na rotina corporativa, o conhecimento adquirido de cada uma delas deve ser usado de forma integrada – algo que, infelizmente, o ensino tradicional ainda não sabe manejar.
“As pessoas aprendem a resolver problemas de forma separada e, de repente, precisarão resolver todos estas questões em um problema só”, diz o coach educacional Renato Casagrande.
5- Falar em público
“Nas apresentações de trabalho, geralmente, só fala quem já tem boas habilidades de comunicação. O mais analítico tende a não falar”, diz Joseph Teperman, CEO da Flow. E, na carreira, apresentar-se em público é quase um requisito básico em todas as carreiras – mesmo que seja para uma plateia composta apenas por seus chefes.
6- Como escolher a carreira

A decisão por qual curso superior seguir é apenas o primeiro passo em direção a escolha da carreira que é mais coerente com você. Assim que o diploma é entregue na colação de grau é que começam as verdadeiras escolhas decisivas para a trajetória profissional.
O problema é que a faculdade ensina pouco para este momento. “Não há parceria com as empresas ou consultorias de recrutamento. O profissional sai da faculdade sem saber onde estão e quais são as principais oportunidades do mercado”, diz Furtado, da Tricae.
Muitas vezes, sem saber muito bem qual rumo seguir. “A pessoa acaba seguindo a carreira daquele primeiro estágio que ela conseguiu ou parte para um jogo de tentativa e erro”, diz Teperman.
7- Liderar e gerir pessoas
Exceto por quem se aventura em uma empresa júnior, centros acadêmicos, atléticas ou outros movimentos estudantis, raras são as chances que um graduando tem para treinar a arte de liderar uma equipe. E isso demanda inteligência emocional, resiliência, capacidade para delegar e motivar pessoas. “Tem uma parte da rotina do executivo, que nem um curso de pós ajuda”, afirma Maurício Trezub, CEO da Ciashop.

8- Contratar
“Contratar pessoas para trabalhar com você não é a mesma coisa que convidar um colega para fazer um trabalho”, diz Maurício Trezub, CEO da Ciashop. E muita gente só descobre o tamanho deste desafio quando tem que recrutar pela primeira vez.
“A ajuda, muitas vezes, vem de um superior imediato”, diz Teperman. Mas nem sempre aparece. “Muitos acham que as únicas pessoas boas são aquelas que são espelho delas em vez de pessoas com características complementares a dela”, afirma.
9- Negociar
Nas estruturas tradicionais que a maioria dos cursos de graduação estão assentados há pouco espaço para que o aluno tenha voz e, consequentemente, aprenda a negociar. No máximo, as discussões e os acordos são fechados dentro dos grupos de trabalho – feitos, geralmente, com pessoas parecidas. “Não se aprende a vender ou comprar uma ideia. As pessoas chegam muito ingênuas no mercado”, diz Teperman.

10- Ler ambientes
No mundo corporativo é preciso ser autentico, mas também é essencial se adequar. “Antes de se soltar é importante entender qual é a cultura daquela área para, então, vestir a máscara corporativa”, diz Teperman. Na faculdade, esta adequação raramente é uma exigência. “Se você era da turma da frente nunca foi obrigado a sentar com a turma de trás”, afirma.

11- Portar-se em uma reunião
“As empresas estão mais participativas e menos patriarcais. Com isso, os mais novos são envolvidos nas reuniões desde cedo”, afirma Teperman. Seja por não saber ler ambientes direito, negociar ou falar em público, poucos recém-formados estão prontos para encarar esta missão.


quarta-feira, 22 de maio de 2013

Capítulo Rio Grande e FURG em mais uma parceria filantrópica!

Abaixo, a notícia veiculada no Site da FURG e do Jornal Agora:

Calouros da Medicina e Ordem DeMolay arrecadarão alimentos para doação
Os calouros do curso de Medicina da FURG e a Ordem DeMolay promovem neste sábado (25) uma ação de arrecadação de alimentos. A arrecadação ocorrerá no BIG, Hipermercado Guanabara, Guanabara da Osório, Maxxi Atacado e Nacional. A entrega dos alimentos será feita às 18h30min no Banco de Alimentos. Esta é mais uma ação em parceria da FURG com a Ordem DeMolay.


Disponível em: